Se você está interessado em baixar algum álbum postado a partir de 2015, entre em contato por e-mail: prolasdorock@yahoo.com ou deixe seu contato nos comentários (este não será visível publicamente), e o link será enviado o mais breve possível!


Mais informações aqui: http://goo.gl/ra9cdp


-------------


If you are interested in downloading any posted album from 2015, contact by email: prolasdorock@yahoo.com or let your email in comments (this will not be visible publicly) and the link will be sent as soon as possible!


More info here: http://goo.gl/ra9cdp

domingo, 29 de janeiro de 2017

AFRO / PSYCH ROCK - WELLS FARGO - Watch Out! - 2016 (1976)


Artista / Banda: Wells Fargo
Álbum: Watch Out!
Ano: 2016 (1976)
Gênero: Afro / Psychedelic Rock
País: Zimbábue

Comentário: Primeiro lançamento oficial desta banda do Zimbábue (na época Rodésia), feito 40 anos após as gravações originais nos anos 70, sendo uma das únicas sobreviventes da cena contracultural da época. Musicalmente é bastante influenciado por bandas de Zam Rock e ocidentais de rock psicodélico, mesclando com ritmos africanos. O instrumental é simples e as faixas curtas, destaque para as boas passagens de guitarra e percussão, além de letras de protesto, contra a segregação e guerra civil, sendo todas em inglês (com exceção de"Bwanawe").
Um excelente registro para amantes de rock africano, recomendado!


Wells Fargo were part of a counterculture that has been almost totally forgotten, even in its country of origin. In the 1970s, during the last decade of Zimbabwe’s War of Independence, rock music exploded with a message of unity and hope. Wells Fargo was at the forefront of the “Heavy Music” movement serving as fuel for the fight.
A culmination of afrobeat, heavy jams and psychedelic sounds, Zimbabwean rock uncovers the underground sound that has come to make up the distinctively African genre. As a part of the counterculture movement that took root in the country during the late 1970s, Wells Fargo rose to fame as Zimbabwe entered the last decade of its war for independence. In the face of a systemically racist and oppressive Rhodesian government, rock became an outlet for expression.


Músicos:
Ebba Chitambo (bateria, vocal)
George Phiri (guitarra)
Handsome Mabhiza (guitarra rítmica)
Never Mpofu (baixo)

Faixas:
01 Coming Home
02 Watch Out
03 Love of My Life
04 The Crowd
05 Bump Bump Babe
06 Love is the in Thing
07 Open the Door
08 Shades of Wells Fargo
09 Bwanawe
10 Too Long Away
11 Carrying On


sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

PSYCH / ELECTRONIC / WORLD - ABDOU EL OMARI - Nuitis D'Été - 1976


Artista/ Banda: Abdou El Omari ( ليالي الصيف)
Álbum: Nuits D'Été (عبده العماري)
Ano: 1976
Gênero: Electronic / Psych Rock / World
País: Marrocos

Comentário:  Há alguns anos atrás, postei trabalho incompleto deste músico do Marrocos no blog, porém, felizmente, no fim de 2016 seu trabalho foi relançado pela Radio Martiko e o material finalmente redescoberto. Abdou el Omari (عبده العماري) nasceu em 1945 na cidade de Tafraout e é considerado um dos primeiros músicos do país a combinar elementos da música ocidental com a da região. 
Ele tocava órgão e lançou um álbum e outros dois singles em 1976, trazendo uma interessante mistura de ritmos e percussão da música marroquina (árabe) e rock psicodélico, com alguns momentos ainda de space rock viajante. O órgão de Omari merece destaque, guiando as canções, na maioria do tempo instrumentais. Viagem garantida para fãs de música africana e "fora do eixo". 

First issue of this previously unreleased oriental psych monster from the organ king of Casablanca, combining traditional rhythms with spaced out modern sounds. Nuits D'ete Avec Naima Samin is the second part of Abdou El Omari's Nuits-trilogy. This album contains heavenly compositions for the Moroccon diva Naima Samih and some moody instrumentals in a similar vein to the previous album, Nuits D'ete.
Text: Forced Exposure


Músicos:
Abdou El Omari - órgão, vocal
?

Faixas:
01 Rajaat Laayoun
02 Layali Saif
03 Afrah El Maghreb
04 Hind
05 Zifaf Filfada
06 Mawa'aid
07 Fatine


quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

HEAVY PSYCH - RENZOKU SHASATSUMA (連続射殺魔) - 1978.3.26 Shibuya Yaneura - 2001 (1978)


Artista/ Banda: Renzoku Shasatsuma (連続射殺魔)
Álbum: 1978.3.26 Shibuya Yaneura
Ano: 2001 (1978)
Gênero: Heavy Psych
País: Japão

Comentário: Power trio formado em Kyoto, em meados dos anos 70 e cujas informações são restritas. Não chegaram a lançar um trabalho oficial, apenas em 2001 antigas gravações ao vivo da banda foram lançadas em CD. O material totaliza mais de uma hora de heavy psych barulhento e cru, com longas improvisações instrumentais (sendo classificado como Jam band e até noise rock), onde dominam as passagens de guitarra distorcida e bateria 'quebrando tudo'. Os vocais aparecem ocasionalmente, raivosos e com todas as letras em japonês (com exceção do cover de 'I Don't Wanna Be a Soldier').
Uma ótima experiência para fãs de psicodelia nervosa dos anos 70.

Power trio formed in Kyoto in the mid-70's and whose information is restricted. They did not release an official record, only in 2001 old live recordings of the band were released on CD. The material totals more than an hour of noisy and raw heavy psych, with long instrumental improvisations (being classified as Jam band and even noise rock), where acid guitar and heavy drums passages dominate. The vocals appear occasionally, angry and with all the lyrics in Japanese.
A great experience for fans of nervous 70s psychedelic.

Músicos:
Tetsurou Wada (Rin Kotogawa) (guitarra)
Tsuyoki Fukui (baixo)
Tokuyuki Kawabe (bateria)

Faixas:
01 G線上のアリア 8:42
02 流転 6:38
03 E Improvisation 12:43
04 Am Blues 6:22
05 兵隊になりたくない 5:52
06 Fanfare 2:53
07 滅びに賭ける 4:02
08 クラインの壺 6:39
09 割れた鏡 17:08
10 愛して欲しい 6:32


domingo, 22 de janeiro de 2017

BLUES ROCK - BERGEN BLUES BAND - Same - 1980


Artista / Banda: Bergen Blues Band
Álbum: Bergen Blues Band
Ano: 1980
Gênero: Blues Rock
País: Noruega

Comentário: Banda formada na cidade de Bergen, originando assim seu nome, em 1974. Manteve-se em atividade por 10 anos, lançando 3 álbuns no começo dos anos 80, com breve retorno em 2009. Posto aqui seu debut, dividido em 11 curtas e originais faixas de blues rock, variando momentos mais agitados e dançantes (boogie) e outras baladas arrastadas. É todo cantado em inglês, com instrumental muito bem organizado e variado, destacando-se passagens de guitarra, gaita, metais e piano.
Uma obra consistente e que certamente agradará fãs de blues rock.

Band formed in the city of Bergen, in 1974. It remained in activity for 10 years, releasing 3 albums in the early 80's, with a brief return in 2009. Here is the debut, divided in 11 short and original tracks of blues rock, varying from more boogie and dancing moments and other ballads. It is all sung in English, with very well organized and varied instrumental, highlight to guitar, harmonica, metals and piano.
A consistent work that will surely please blues rock fans.


Músicos:
Jan Kåre Hystad (saxofone)
Kåre Sandvik (piano, metais)
Ole Jakob Hystad (saxofone)
Edvard Askeland (baixo)
Willy Korneliussen (bateria)
Per Jørgensen (guitarra, vocal)
John Magnar Bernes (vocal, harmônica)
Pjokken Eide (trombone)
Arne Hjortland (trompete)

Faixas:
01 Jump 'n Shout 'n Dance 3:27
02 Truckdriver 3:47
03 Airport Blues 4:20
04 Sixteen Months Of Hard Work 3:32
05 Brand New Microphone 3:11
06 Hungry John 1:30
07 Depression 2:25
08 Hey Mama 3:15
09 Talkin' 'bout Blues 5:15
10 Bad Condition 3:30
11 Behind My Back 4:25




sábado, 21 de janeiro de 2017

PROGRESSIVE ROCK - OM - Same - 1976


Artista / Banda: Om
Álbum: Om
Ano: 1976
Gênero: Progressive Rock
País: Argentina

Comentário: Obscuridade formada em 1972 e que passou por várias formações até gravar seu material em 1975, porém este não foi lançado em LP por conta de dificuldades que levaram ao fim da banda. Assim as tapes saíram em cassete no ano seguinte e são consideradas o 'Santo Graal' entre colecionadores de rock argentino. Dividido em 5 faixas, o trabalho é totalmente instrumental e de qualidade comparável às grandes bandas latinas de rock progressivo, com originalidade e grande habilidade dos músicos, onde ouvimos boas variações e passagens viajantes de guitarra e teclado.


Formed in 1972 and that went through several line up changes until recording the material in 1975, however this one was not released in LP due to difficulties that led to the end of the band. So the tapes were released on cassette the following year and is considered the 'Holy Grail' among Argentine rock collectors. Divided into 5 tracks, the work is totally instrumental and of comparable quality to the great Latin bands of progressive rock, with originality and great ability of the musicians, where we hear good variations and beatiful passages of guitar and keyboards.


Músicos:
Camilo Iezzi (baixo)
Cristian Stabel Hansen (guitarra)
Oscar Laiguera (teclados)
Eduardo Annetta (bateria, percussão)


Faixas:
01 Introducción Allegro / El Asesinato De Jarabaila 7:04
02 Tema De Gala 10:13
03 El Repasador Americano 4:24
04 Urticaria 7:23
05 Breves Reflexiones 5:08


HARD PROG - LUIGI ANADA BOYS - Feeling The Ceiling - 1978


Artista / Banda: Luigi Anada Boys
Álbum: Feeling The Ceiling
Ano: 1978
Gênero: Hard Prog Rock
Países: Inglaterra

Comentário: Grupo formado em Leeds, na Inglaterra, por jovens locais. Lançaram um único e raríssimo álbum de forma privada, posteriormente relançado em CD, mas ainda assim com número limitado de cópias. O guitarrista Duncan McFarlane formaria uma banda com seu nome anos mais tarde. 
O LP abre com a excelente "Horror Suite", de 10 minutos, seguida por outros ótimos momentos, mostrando ser um belo exemplo de rock setentista, que transita entre hard e progressivo, porém com consistência e fortemente instrumental.  O som é frequentemente comparado à Wishbone Ash, pela marcante presença de guitarras duplas, acompanhadas pela 'cozinha' competente. 

Group formed in Leeds, England, by young musicians. They released only one rare album privately, later reissued on CD, but still with limited number of copies. Guitarist Duncan McFarlane would form a band with his name years later.
The LP opens with the excellent "Horror Suite", of 10 minutes, followed by other good tracks, being a great example of 70's rock, that transits between hard and progressive, but with consistency and strongly instrumental. The sound is often compared to Wishbone Ash, for the presence of double guitars accompanied by the competent bass / drums. 

Músicos:
Duncan McFarlane (guitarra, vocal)
Geoff Taylor (guitarra)
Dave Roberts (baixo, vocal)
Rob Steeles (bateria, percussão)

Faixas:
01 Horror Suite 10:31
02 Turn And Walk Away 6:27
03 Jigalo 2:04
04 The End Of Some Are Cold 4:49
05 Suck It And See 4:20
06 The Last Supper 5:37
07 Feeling The Ceiling 6:05
08 J’ Accuse 6:03