Se você está interessado em baixar algum álbum postado a partir de 2015, entre em contato por e-mail: prolasdorock@yahoo.com ou deixe seu contato nos comentários (este não será visível publicamente), e o link será enviado o mais breve possível!


Mais informações aqui: http://goo.gl/ra9cdp


-------------


If you are interested in downloading any posted album from 2015, contact by email: prolasdorock@yahoo.com or let your email in comments (this will not be visible publicly) and the link will be sent as soon as possible!


More info here: http://goo.gl/ra9cdp

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

RECOMENDAÇÕES NACIONAIS - PARTE V



Depois de um longo hiato, volto com as postagens especiais trazendo as ótimas bandas nacionais que movimentam o cenário atual. Começo com uma que já passou aqui pelo blog, o sexteto paulista de música instrumental Kaoll, que vem com material novo, lançado no segundo semestre deste ano. Mais um disco inovador e muito bem arranjado produzido na cena underground brasileira, apesar de curto (menos de 25 minutos), mesclando rock progressivo, jazz fusion e música brasileira, com destaque para o belíssimo trabalho na flauta de Yuri Garfunkel. 
Sem mais recomendações necessárias, 'bandaça' que não decepciona. Informações do release e contato:

Sob os Olhos de Eva, novo trabalho autoral do grupo instrumental Kaoll, foi produzido sob o conceito de transmídia, em conjunto com o livro homônimo de Renato Shimmi e ilustrações de Zé Otávio. A obra, interligada através de um aplicativo descreve a dualidade entre lirismo e opressão nas revoluções históricas, a partir do mito de Eva e a expulsão do paraíso até os tempos atuais. Musicalmente, o grupo amplia os limites do jazz/rock com influencias musicais universais a partir do ponto de vista latino americano, trazendo ambiências diversas para ilustrar emocionalmente o conjunto de ensaios filosóficos apresentados no livro.

Bruno Moscatiello (guitarra, violão)
Yuri Garfunkel (flauta, violão 10 cordas)
Gabriel Catanzaro (baixo)
Rodrigo Reatto (bateria)
Janja Gomes (percussão)
Fabio Leandro (piano, teclados)
Gabriel Costa (baixo, guitarra)

Bandcamp
Facebook
Site Oficial





Debut da banda carioca Arcpelago, formada em 2014 pelo tecladista Ronaldo Rodrigues (ex-Massahara, ex-Módulo 1000, atual Caravela Escarlate e O Terço lado B). Lançado em 2016, esta é uma das ótimas surpresas vindas de terras tupiniquins nos últimos anos, já composta por faixas mais longas e quase épicas, bebendo diretamente da fonte setentista, principalmente na linha do progressivo sinfônico, porém com personalidade. Apesar de majoritariamente instrumental, ouvimos algumas partes cantadas em português. Seguem mais informações e contatos:

O Arcpelago é uma banda de rock, de inspiração progressiva na estética sonora dos anos 1970, buscando cruzar a energia do rock com pretensões mais eruditas, agregando referências do jazz, blues, música folk e étnica, em um contexto de experimentação e diálogos entre o acústico e o elétrico/eletrônico. Partindo da mesma premissa que grupos clássicos do estilo, o Arcpelago privilegia arranjos fortes que favorecem a presença de todos os instrumentos, a sonoridade analógica e composições autorais intensas e exploratórias.

Simbiose foi gravado ao longo do ano de 2015 e lançado de forma independente em 2016, buscando materializar as ideias individuais e coletivas que sintetizam o Arcpelago enquanto conceito musical. Composto de 6 faixas, busca expressar uma musicalidade ampla e eclética, suportando letras que vagueiam entre o concreto e o abstrato, da crítica à contemplação, do natural ao transcendental. Em 2016, o guitarrista Eduardo Marcolino deixa a banda, por questões pessoais e para seu posto o grupo recruta o jovem e talentoso guitarrista Diogo Albano Aratanha, que completa a atual formação do grupo.

Ronaldo Rodrigues (teclados, vocal)
Jorge Carvalho (baixo)
Eduardo Marcolino (guitarra)
Renato Navega (bateria)

Facebook
Spotify
Email: arcpelago@gmail.com




Encerro mais este post com uma banda do interior do Rio Grande do Sul, que lançou seu primeiro álbum completo em maio deste ano. Trata-se de um trabalho todo instrumental e na onda 'revival' da psicodelia setentista, variando momentos com bastante peso, distorção e atmosfera densa, beirando o stoner rock e outros acústicos e viajantes. Assumem influência de grandes nomes como Captain Beyond, Pink Floyd e Grand Funk Railroad.
Um petardo que vai agradar fãs de rock ácido/ stoner e psicodélico, recomendado. Mais info e contatos:

Atualmente a banda laçou seu primeiro álbum conceitual intitulado "Ouroborous" (2017), composto por 10 músicas. “Ouroborous” é o primeiro álbum completo de estúdio da The Experience Nebula Room, e reflete horas de trabalho e investimento criativo e pessoal da banda. O nome “Ouroborous” é uma variação da palavra e símbolo grego “Ouroboro” que simboliza a eternidade e a ideia cíclica do eterno retorno. O nome foi atribuído ao disco, pois a obra foi pensada para ser ouvida sem pausas entre as músicas, e com a estrutura de lado A e lado B, como num disco de vinil. Outro detalhe importante a salientar é que o disco é cíclico, uma vez que os efeitos que dão início a faixa 1 se repetem de forma invertida na última faixa, criando um looping infinito.

Rafael Rechia (guitarra)
Nicholas Lucena (bateria, baixo)
Eduardo Custódio (baixo, bateria)
Régis Garcia (órgão, sintetizador, guitarra)

Facebook
Bandcamp
Site Oficial


Estes álbuns foram postados apenas na intenção de divulgação, sendo assim não disponibilizarei links de downloads próprios do blog. Caso esteja interessado, entre em contato pelos endereços fornecidos na postagem para comprar ou baixar o disco. Caso esteja interessado em divulgar seu trabalho no blog, entre em contato por e-mail (prolasdorock@yahoo.com), saiba mais aqui.

These albums were posted only in the intention of divulgation, so I will not send downloads links. If you are interested, please contact the band's site provided in the post to purchase or download the album. If you want to promote your album or band in the blog, contact me by e-mail (prolasdorock@yahoo.com), more info here.

2 comentários:

  1. Obrigado pela menção ao disco do Arcpelago e tb agradeço pela indicação do Experience Nebula Room...não conhecia e adorei o som! abraços e um feliz Natal
    Ronaldo Rodrigues

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ronaldo, muito obrigado pelo comentário e desculpas pela demora em fazer o post com menção ao Arcpelago. Qualquer novo material seu ou da banda pode entrar em contato comigo e terei o prazer em postar no blog. Abraços e feliz natal!

      Excluir