Se você está interessado em baixar algum álbum postado a partir de 2015, entre em contato por e-mail: prolasdorock@yahoo.com ou deixe seu contato nos comentários (este não será visível publicamente), e o link será enviado o mais breve possível!


Mais informações aqui: http://goo.gl/ra9cdp


-------------


If you are interested in downloading any posted album from 2015, contact by email: prolasdorock@yahoo.com or let your email in comments (this will not be visible publicly) and the link will be sent as soon as possible!


More info here: http://goo.gl/ra9cdp

sábado, 13 de maio de 2017

AFROBEAT/ FUNK - VINCENT AHEHEHINNOU - Vol. 1 - 1978


Artista / Banda: Vincent Ahehehinnou
Álbum: Vol. 1
Ano: 1978
Gênero: Afro Funk / Afrobeat
País: Benin

Comentário: Primeiro (e aparentemente único) disco solo deste músico de Benin, após sua saída de um dos mais prestigiados grupos da região: T.P. Orchestre Poly-Rythmo de Cotonou. Gravado na Nigéria e com prensagem mínima na época, a obra ganha nova edição neste ano, pela Analog Africa. 
Dividido em 4 longas faixas, o LP traz uma mescla de ritmos tradicionais (Fon Music) com funk e psicodelia, ao melhor estilo do afrobeat no Oeste Africano. O instrumental é variado, onde ouvimos guitarra wah-wah, metais e rica percussão, por vezes repetitiva e hipnótica. Cantado em 4 línguas (inglês, francês, fon e mina), a parte lírica geralmente é feita por coros e com certos momentos de melancolia.
Raridade recomendada para todos os fãs de afrobeat dos anos 70.

A pedido do selo Analog Africa, o link de download desta postagem não será enviado por e-mail e a postagem será de divulgação do trabalho. Porém as músicas podem ser ouvidas, adquiridas e o material físico comprado no site oficial da Analog Africa.

In early 1978, Vincent Ahehehinnou left the Orchestre Poly-Rythmo de Cotonou without explanation. He had been one of their principal vocalist since 1968 and had helped transform them from a hard-charging nightclub band into a musical powerhouse and Africa-wide sensation.
Vincent's afrobeat credentials are in full evidence on opening track ‘Best Woman' (English) whose driving beat, focussed horns and intricate vocal melody recall the raucous intensity of Poly-Rythmo. But the deep funk of the title track turns out to be only a warm-up for album-highlight ‘Maimouna Cherie' (French), a moving expression of love and longing which kicks off with a hi-hat and wah-wah guitar workout but shifts gears mid-way into a more concentrated and contemplative groove.
The funk and afrobeat gems on Best Woman are balanced by songs that draw upon Sato, one of the many Vodoun rhythms of Vincent's native Benin. Side one concludes with "Vi Deka" (Mina), an epic slow-burner propelled by some of the record's most soulful vocals, while album closer "Wa Do Verite Ton Noumi" (Fon) all but dares you not to lose yourself in its sublime hypnotic trance.

By request of the Analog Africa label, the download link for this album will not be sent by email and the pos will be to promote the work. However the songs can be heard, acquired and the physical material purchased on the official website of Analog Africa.


Músicos:
Vincent Ahehehinnou (vocal)
Sagbohan Danialou (bateria)
Ignace De Souza (trompete, saxofone)
Aristide Hounwanou
Honoré Avolonto
Léonard Gohoungbé
Sébastien Houédanou
?

Faixas:
01 Best Woman 09:16
02 Vi Deka 09:20
03 Maimouna Cherie 08:38
04 Wa Do Verité Ton Noumi 09:22


Um comentário:

  1. "Se você está interessado em baixar o álbum postado, entre em contato por e-mail: prolasdorock@yahoo.com e este será enviado o mais breve possível!" Por favor nao fauz isso. Agradeço. Samy

    ResponderExcluir