Se você está interessado em baixar algum álbum postado a partir de 2015, entre em contato por e-mail: prolasdorock@yahoo.com ou deixe seu contato nos comentários (este não será visível publicamente), e o link será enviado o mais breve possível!


Mais informações aqui: http://goo.gl/ra9cdp


-------------


If you are interested in downloading any posted album from 2015, contact by email: prolasdorock@yahoo.com or let your email in comments (this will not be visible publicly) and the link will be sent as soon as possible!


More info here: http://goo.gl/ra9cdp

terça-feira, 30 de abril de 2013

HEAVY PSYCH/BLUES - THE BLUES GOES ON - Same - 1970



Obscura e raríssima pérola alemã. O grupo só gravou um disco com o nome The Blues Goes On, antes de mudar para Live Experience Band, fazendo covers do Hendrix e gravando mais alguns discos no começo dos anos 70. Não há informação sobre os membros.
O disco The Blues Goes On, de 1970, é menos "Acid" do que os do Live Experience Band e traz mais toques de blues e rock progressivo, em resumo, um som mais "light" do que o que os caras costumavam fazer. Mesmo assim, o heavy psych aparece bastante aqui. Destaque para algumas boas passagens de teclado e guitarra. Boa pérola, recomendado!
Novo Link (New Link)

This "band" isn't really a band at all. All the musicians from Live Experience Band are obviously present at these sessions. "Hey Joe" is actually the same exact session that can be heard on the "Voodoo Chile" album of the aforementioned band. Best of all, the last track is actually the second half of the "Cross Electric Town" session from the album "Tribute to Jimi Hendrix" (which faded out way too early), again from the same band. The biggest difference is that this album seems to focus on more progressive sounds rather than the usual Hendrix freak-outs (aside from the lone cover, of course). To be perfectly honest, the results aren't that great.


01 Big Pink Vol.1 (Give Me A Horsecat)
02 He Died In Prison
03 Rimmler Blues
04 Hey Joe
05 What Do You See When You Turn Out This Life
06 Tribute To Lorenz Westphal
07 Randolphs Nerver Song



Live Experience Band

segunda-feira, 29 de abril de 2013

COUNTRY ROCK - BRONCO - Country Home - 1970



Pérola formada no sul da Inglaterra no final dos anos 1960 pelo ex-vocalista da banda The Alan Bown, Jess Roden. Bronco lançou três álbuns (70/71/73). O grupo acabou no ano de 1973.
O som dos caras era bem característico do country e folk rock, trazendo algumas "pitadas" de blues, só que um pouco tendencioso para o lado comercial. Destaque para a gaita de boca que está presente no disco e algumas boas passagens de guitarra e piano.
No geral Country Home é uma disco competente, recomendado principalmente pra quem não conhece "country rock" setentista de fora dos EUA.
Mais informações e revisão (em inglês) aqui
DOWNLOAD

Kevyn Gammond (guitar)
John Pasternak (bass)
Pete Robinson (harmonica, drums)
Robbie Blunt (guitar)
Jess Roden (lead vocals)

01. Civil Of You Stranger (3:53)
02. Love (4:23)
03. Misfit On Your Stair (3:12)
04. Bumpers West (5:48)
05. Home (4:07)
06. Well Anyhow (7:00)
07. Time (5:20)




domingo, 28 de abril de 2013

PROG ROCK - AL UNIVERSO - Viajero del espacio - 1976



Projeto do músico mexicano Jorge Reyes, depois de sua saída do Nuevo México. O grupo Al Universo só gravou um disco em 1976, e, sem sucesso, se acabou logo depois.
O disco traz um rock progressivo com um som mais comercial e com alguns toques de space/psych rock (Viajero del Espacio e Andrómeda). O sintetizador está sempre presente, também vemos algumas boas passagens de flauta. Os vocais são todos em espanhol e as letras, na maioria, são de protesto e hippies. No geral, uma boa pérola, recomendado!
DOWNLOAD

Melodías arropadas por instrumentos de viento eléctricos (que suenan como sintetizadores) y letras muy hippies, intenso en la expresión emocional pero corto en lo musical, carencias de la época supongo.
Inicia con "Viajero del espacio" que suena como si el Three souls se juntara con el Chac Mool. "Niño (30 de abril)" es otro punto álgido, bello tema que culmina con un pasaje de flauta que bebe mucho del rock nacional setentero. Otra rolita que me late un buen, es "Nena pide todo" la canción más animada del disco y que es completamente progresiva. Ya para rematar mis favoritas, la baladota "Sin tu amor", tan odiadas por los rockeros, pero a la que acudían frecuentemente los músicos, embellecida sin rubor, por un piano y sintetizador ñoñisimo.
Rate Your Music

Mauricio Bieletto (cello)
Edgar Dalire (guitar, violin)
Jorge Reyes (flute, guitar)
Armando Suárez(bass)
Miguel Suárez (drums)

Viajero del espacio (2:55)
Niño (30 de abril) (2:58)
Donde está el amor (2:57)
Encuentro (2:20)
Adios (2:55)
Andrómeda (2:50)
Mundo de pena (2:50)
Nena pide todo (2:00)
Sin tu amor (2:25)
Fue ayer (3:55)



sexta-feira, 26 de abril de 2013

HARD/PROG - SWEET SLAG - Tracking With Close-Ups - 1971


Obscura pérola inglesa formada no final dos anos 60/começo dos 70 que só lançou um disco. Não há muita informação sobre o grupo na internet.
O disco Tracking With Close Ups, de 1971, traz uma mistura de hard rock com rock progressivo e alguns outras faixas mais "obscuras" com toques de jazz fusion e psicodélico. Destaque para a guitarra, com alguns bons riffs e saxofone que também está sempre presente.
Ótima pérola, altamente recomendado!!!
Link (Rock 60-70)

A very sombre lot, Sweet Slag cook their brand of progressive hard-rock with more spices than many. Almost all tracks (invariably written by Kerensky) are depressed, bitter and subtly menacing. Although it's hard to point out any highlights, the overall atmosphere of despair and waste is so strong that it permeates all rock conventions, turning this album into a document of some of the darker conditions of the human soul. There are also quite a few excellent and very discordant guitar solos to be found here. It may take some time to explore all the hidden and suppressed fear in this music, but it is rewarding to do so.
Orexis of Death

Soprano Saxophone, Alto Saxophone, Clarinet, Flute, Oboe – Paul Jolly
Percussion – Al Chambers
Lead Guitar – Mick Kerensky
Bass, Trombone – Jack ("Moth") O'Neill

Specific 5:40
Milk Train 6:05
Rain Again 10:14
Patience 3:04
Twisted Trip Woman 7:10
World of Ice 7:34
Babyi Ar 7:20





quinta-feira, 25 de abril de 2013

PROG/ JAZZ ROCK - DIABOLUS - Same - 1972



Pérola formada no começo dos anos 1970 em Oxford, na Inglaterra. O grupo lançou apenas um álbum na Alemanha, pela Bellaphon, em 1972.
O disco Diabolus traz um rock progressivo misturado com jazz rock, com muita improvisações. Destaque para a bateria e algumas boas passagens de flauta e saxofone. O som lembra bandas como Gentle Giant e Jethro Tull.
Pérola muito boa, recomendado!!!

Music runs from folk tunes to excessive instrumentation, including flute, sax and chorus sang by three of the members of the band, passing through jazz-fusion and complex time composing. GENTLE GIANT's choruses run similarly to DIABOLUS'; flute sound takes them close to JETHRO TULL. Sax prefigures later PINK FLOYD sound, but while in PF sax is "invited" in DIABOLUS it comes as part of the whole. Some of the tunes approach electric jazz through the use of broken times and an open drumming, with moments of total free improvisation.
Orexis of Death


- John Hadfield / lead guitar & vocals
- Anthony Hadfied / bass, vocals
- Philip Howard / flute, keyboards, saxophone, organ, piano
- Ellwood Von Seibold / drums


1. Lonely Days (7:10)
2. Night Clouded Moon (5:46)
3. 1002 Nights (4:48)
4. 3 Pieces Suite (7:05)
5. Lady Of The Moon (3:56)
6. Laura Sleeping (8:04)
7. Spontenuity (8:20)
8. Raven's Call (6:18)




segunda-feira, 22 de abril de 2013

HARD PROG - YELLOW - Keltakuume - 1975



Yellow foi uma banda de rock progressivo vinda da Finlândia. Formado em 1969, o grupo teve várias formações, incluindo o guitarrista britânico Melvin McRae e o vocalista americano Mike Warness. Só lançaram um disco em 1975 e acabaram em 1977.
O disco Keltakuume traz um rock progressivo com passagens mais hard. As faixas são todas curtas e cantadas em inglês ou finlandês. As músicas em inglês são mais influenciadas pelo pop/beat rock, então o destaque fica com as faixas em finlandês, que apesar não serem compreensíveis, trazem um hard rock mais elaborado, com certas de influências de música psicodélica e progressiva. Destaque para a faixa de abertura Palaa e Arkeologi santaa kaivaa.
Pérola rara, mas mediana. Pra quem ainda não conhece, recomendo!
Link (Ezhevika Fields)

Mix of Finnish and English language tracks, most not varying too far from the 3 minute mark. Not surprising, but the Finnish sung tracks are the more interesting (hard rock, good time psych) while the English ones are more radio friendly rock anthems. Guitar work is the highlight with aggressive moves, solos and loud tone.
Rate Your Music

Hannu Takala - vocal, piano, percussão
Melvin McRae - guitarra, violão e vocais
Helge Koskela - baixo
Raimo Osterman - bateria

Palaa 3:24
A Man Without A Woman 2:43
Don't Stop The Music 3:09
Yhdentoista Aikaan 3:08
Hold On 2:00
Longest Day 2:52
Arkeologi Santaa Kaivaa 3:37
A Game For Two 2:33
Joo Jussi 2:19
Rokki-Riitta 2:33
Mistreating Woman 2:34
Monkey McMan 0:43

domingo, 21 de abril de 2013

HARD ROCK - CORPORAL GANDER'S FIRE DOG BRIGADE - On The Rocks - 1970



Pérola alemã formada por jovens de Erlangen, Baviera em 1969/70. Com esse nome, o grupo lançou apenas este disco, mas com a chegada do vocalista/baixista Steve Leistner a banda passou a se chamar Wind, lançando mais dois álbuns (71/72) até se acabar em 1973.
O disco On The Rocks tende mais ao hard rock e heavy psych do que ao Krautrock, trazendo covers de Black Sabbath e Free, além de Dave Bartholomew. É todo guiado pelo órgão Hammond, com algumas boas passagens de guitarra. Destaque para as faixas On the Rocks e Do You Think It's Right.
Boa pérola, recomendada principalmente para quem curte a banda Wind.

This is one of the classics of German progressive rock that will always be remembered for its powerful Hammond organ dueling with electric guitar sound; it should appeal both to fans of progressive heavy rock and those of folk-rock, as performed by the artists on the Pilz label. Highly recommended.
newmusic-greentree.eu


- Thomas Leidenberger - guitars, vocals
- Lucian Büeler - organ, piano, vocals
- Andreas Büeler - bass, vocals
- Lucky Schmidt - drums, percussion, vibraphone

01. Paranoid (Tony Iommi, Bill Ward, Geezer Butler, Ozzy Osbourne) - 2:39
02. I Hear You Knocking (Dave Bartholomew, Pearl King) - 2:50
03. Come Back Here (Scott, Talby) - 3:54
04. On The Rocks (Scott) - 3:26
05. Hey You (Talby) - 3:56
06. Stealer (Paul Rodgers, Andy Fraser, Paul Kossoff) - 2:43
07. Run For Life (Talby) - 5:51
08. Do You Think It's Right (Talby) - 2:10
09. Love Song (Scott, Talby) - 3:19
10. Don't Tell Me (Talby) - 3:35





segunda-feira, 15 de abril de 2013

ACID FOLK - JAN DUKES DE GREY - Mice and Rats in the Loft - 1971



Obscura pérola inglesa vinda de Leeds, formada em 1969, lançaram 2 álbuns (69/71). O primeiro disco da banda, Sorcerers, era mais acústico. O segundo álbum, Mice and Rats in the Loft (Camundongos e Ratos no Sótão), foi o melhor do grupo, mesmo assim a banda não conseguiu sucesso e acabou alguns anos depois, em 1977.
Um outro álbum da banda, que foi gravado lá nos anos 70, só foi lançado em 2010.
O álbum traz 3 longas faixas acústicas progressivas e psicodélicas realmente admiráveis. Cheias de solos e improvisações no violão de muita qualidade, ótimas passagens de flauta e destaque também para os vocais de Derek Noy (que lembram um pouco os de Peter Hammill)criando uma atmosfera mais psicodélico ao álbum.
Um disco notável e muito original. Altamente recomendado para todos fans de música de qualidade!
Mais Informações e revisões (em inglês) Prog Archives

Crazy, melodic, progressive and pretty "out there" but still catchy and impressive at the same time! A forgotten gem from 1971. Great cover too.
The first song is diverse like five different songs in one but it`s very, very good! So many interesting details and a lot of unusual instruments are used on this recording. I like the looseness in the way they play. Compared to a lot of other prog/folk-rock-bands I`ve heard Jan Dukes de grey seem so full of nerve and passion and to me this is one of the best prog/psychedelic-rock albums ever! A masterpiece.
Rate Your Music

DOWNLOAD

- Michael Bairstow / flute, clarinet, saxophone, trumpet, percussion, keyboards
- Denis Conlan / drums
- Derek Noy / vocals, guitar, bass, keyboards, percussion

Sun Symphonica (18:58)
Call of the Wild (12:48)
Mice and Rats in the Loft (8:19)




sábado, 13 de abril de 2013

JAZZ ROCK - WARM DUST - Same - 1973



Ótima banda de Jazz rock/fusion e rock progressivo inglesa. Formada em 1970, desde sua origem teve 6 membros. Em um período de quase 3 anos, lançaram 3 boas pérolas.
O disco que posto aqui é o terceiro e último da banda Warm Dust, de 1973, gravado na Alemanha. As primeiras faixas do disco trazem um prog-rock com toques de blues, jazz e hard. A última faixa, Blind Boy, de quase 20 minutos é a com mais influencias de jazz no álbum. Destaque para os vocais de Les Walker, sax e baixo.
Uma pérola de muita qualidade, altamente recomendado!
Mais Informações -> Prog Archives
DOWNLOAD

The fantasy instrumental composition, the wisdom of the band is able to build a song so perfect as engaging, surprising and even epic. A mature album, complex but especially engaging, from the first note to the exciting conclusion, for those who like the progressive more rock and jazz, near by setting to something of Audience or Van Der Graaf Generator.
Prog Archives

Les Walker - Vocals, Harmonica, Guitar
Paul Carrack - Organ, Piano, Guitar
Dave Pepper - Drums, Percussion
Terry "Tex" Comer - Bass, Guitar, Recorder
John Surguy - Sax, Flute, Oboe, Vibraphone, Clarinet
Alan Soloman - Sax, Flute, Oboe, Piano
Keith Bailey - Drums, Percussion, Vocals

1. Lead Me To The Light (5:22)
2. Long Road (4:50)
3. Mister Media (3:10)
4. Hole In The Future (8:39)
5. A Night On Bare Mountain (1:05)
6. The Blind Boy (18:19)





sexta-feira, 12 de abril de 2013

HARD PROG - TITUS OATES - Jungle Lady - 1974



Titus Oates (nome de um padre herege que viveu na Inglaterra no séc. XVI) foi uma banda americana vinda do Texas, se formaram no começo dos anos 70 e lançaram apenas um disco. O vinil original, raríssimo, chega a custar US$300 hoje em dia.
O disco Jungle Lady, de 1974, traz um competente hard rock, bem característico do sul dos EUA, com bastante teclado e boas guitarras (mais guiadas para o rock progressivo), só não gostei muito dos vocais que são de Rick Jackson e só em uma faixa há um "dueto" entre ele e sua mulher Pam Jackson na balada Time Is Only to Fear.
No geral, um bom disco, recomendado! DOWNLOAD

Bill Beaudet - Teclados
Chris Eigenmann - Percussão
Rick Jackson - Baixo, Vocal
Lou Tielli - Guitarra
Steve Todd - Guitarra

Jungle Lady 3:16
Dream On A Train 4:07
Blanket 3:33
Friend Of Life 3:49
Jupiter, Mars 3:55
Time Is Only To Fear 3:43
Mr. Lips 3:46
Don't Get Your Honey Where You Make Your Money 4:45
The Cage 3:10



quinta-feira, 11 de abril de 2013

ACID FOLK - POET AND THE ONE MAN BAND - Same - 1969



Obscura pérola vinda da Inglaterra. O grupo teve vida muito curta, se formou no começo de 69, lançou um álbum e se desfez logo após. Alguns membros se juntaram a outros grupos mais "conhecidos" como Fotheringay e Heads Hands & Feet após o fim de Poet and The One Man Band.
O som é característico do folk rock britânico do fim dos anos 60, com alguns toques mais psicodélicos.
Pérola recomendada!
DOWNLOAD

Is a fairly average psychedelic-era album with some slight resemblance to the late-period Zombies, though there's some typical, and unmemorable, songs in a more straightforward, harder-rocking late-'60s British style.
All Music

Tony Colton (vocals)
Albert Lee (guitar)
Jerry Donahue (guitar)
Pete Gavin (vocals, drums)
Pat Donaldson (bass)
Ray Smith (guitar)
Mike O'Neill (keyboards)
Nicky Hopkins (piano)
Speedy Acquave (congas)
John Bell (clarinet)
William Davies (organ)
Barry Morgan (drums)

Please Me She's Me 5:00
The Days I Most Remember 6:02
Jacqueline 2:26
Now You've Hurt My Feelings 4:37
Light My Fire and Burn My Lamp 5:05
Good Evening Mr Jones 4:10
The Fable 3:20
Ride Out on the Morning Train (In the Californian Dew) 4:36
Twilight Zone 2:05



sábado, 6 de abril de 2013

ACID FOLK - THE MAGIC BUBBLE - Same - 1970



Raríssima banda canadense formada no meio da década de 60 em Toronto pelos irmãos Frank e Rita Rondell. Lançaram apenas um disco em 1970, original o álbum vale muito dinheiro, e é muito procurado por colecionadores.
O disco Magic Bubble foi gravado no fim dos anos 60 e só foi lançado em 70 pela Columbia, foi relançado com faixas bônus. Traz uma mistura de rock psicodélico, folk e pop. Os vocais são masculinos e femininos. Um belo álbum, traz faixas decentes. Destaque para as baladas I'm Alive, Cry Cry e a mais psych Whikey Fire.
Pérola recomendada!
DOWNLOAD

Musically the album's exceptionally diverse, including stabs at pop, hard rock, blues moves and even what sounds like an attempt at a calypso rhythm).
Rockasteria

Rita Rondell (vocals)
Frank Rondell (vocals)
Paul Benton (organ, piano)
Wade Brown (guitar)
Brian Kirkwood (bass)
Sonny J. Milne (drums, percussion)

I'm Alive 2:27
Whiskey Fire 2:33
If I Should Ever Love Again 3:25
Changes 3:24
Cry Cry 4:29
Circles 2:40
Sunshine Man 2:34
Back to Toronto 2:29
Me & Mr. Hohner 3:37
Summertime 5:57


COUNTRY ROCK - THE ILLINOIS SPEED PRESS - Same - 1969



Illinois Speed Press foi uma banda americana de country rock/hard rock que nasceu em Chicago, Illinois com o nome de Rovin' Kind em 1965, o nome só mudou para Illinois Speed Press em 1968 quando assinaram com a Columbia Records, lançaram 2 álbuns (69/70) e se acabaram nesse mesmo ano. De tempos em tempos 2 ou 3 membros originais se reúnem e fazem shows nos EUA, o grupo chegou a alcançar um pequeno sucesso na região.
O primeiro disco da banda foi o mais conhecido e traz um coutry rock (southern) mistura com blues e algumas passagens mais pesadas (hard rock) de forma simples e direta. Destaque para as guitarras que dão um show a parte.
Grande Pérola, recomendada para qualquer um que goste de rock'n'roll, principalmente southern. Recomendada!!!
Link (Faixa a faixa)

An entertaining & varied album with powerful rock songs influenced by folk & blues and some fine acidic fuzz guitar.
Wikipedia

Paul Cotton - guitar, vocals
Kal David- guitar, vocals
Mike Anthony- keyboards, vocals
Fred Page- drums
Keith Anderson- bass
Rob Lewine- bass

Overture
Get in the Wind
Hard Luck Story
Here Today
Pay the Price
P.N.S. (When You Come Around)
Be a Woman
Sky Song
Beauty
Free Ride



terça-feira, 2 de abril de 2013

FOLK ROCK - DR. STRANGELY STRANGE - Heavy Petting - 1970



Pérola formada no fim dos anos 60 em Dublin, na Irlanda, por Tim Booth e Ivan Pawle. Nos primeiros anos, o grupo lançou 2 álbuns (69/70) e se desfez no começo da década de 1970. A banda fez pequenas reuniões nos próximos anos a lançar mais dois novos trabalhos em 97 e 2007.
O álbum que posto aqui, Heavy Petting, lançado pelo Vertigo foi o melhor e mais conhecido da banda. Traz um folk rock simples, com alguns toques psicodélicos e progressivo. Bastante uso de instrumentos como flauta, violão e banjo. Lembra o som do The Incredible String Band.
Foi relançado em 2011 com faixas bônus ao vivo. Pérola Recomendada!!!
Link

Dave Mattacks / drums, percussion
Johnny Moynihan / bazouki
Jay Myrdal / glockenspiel
Ivan Pawle / organ, bass, mandolin, guitar, bass guitar, rhythm guitar, tin whistle, human whistle, voices, vocals, Keyboards, harmonium, piano
Heather Wood / vocals
Brendan Shields / bass guitar
Tim Booth / banjo, vocals, voices, guitar, keyboards, harmonium, rhythm guitar, bass
Jim Goulding / organ, fiddle, one-string fiddle, bass recorder, soprano recorder, voices, vocals, recorder, harmonium, piano
Johnny Mounthay / bazouki
Annie Xmas / harmonium, vocals
Brush Shiels / bass
Johanna / harmonium, vocals, keyboards, cover photo
Jim Booth / banjo, bass, harmonium, voices, rhythm, vocals, guitar
Annie Christmas / keyboards, vocals
Tim Goulding / organ, bass recorder, voices, vocals, recorder, keyboards, fiddle, piano, violin, one-string fiddle, Harmonium
Linus / percussion, autoharp, whistle, finger cymbals, voices, vocals
Gary Moore / guitar
Andy Irvine / mandolin

01. Ballad Of The Wasps 3:22
02. Summer Breeze 3:36
03. Kilmanoyadd Stomp 2:41
04. I Will Lift Up Mine Eyes 1:51
05. Sign On My Mind 8:20
06. Gave My Love An Apple 6:05
07. Jove Was At Home 2:30
08. When Adam Delved 2:11
09. Ashling 4:40
10. Mary Malone Of Moscow 3:53
11. Friends 1:13