Se você está interessado em baixar algum álbum postado a partir de 2015, entre em contato por e-mail: prolasdorock@yahoo.com ou deixe seu contato nos comentários (este não será visível publicamente), e o link será enviado o mais breve possível!


Mais informações aqui: http://goo.gl/ra9cdp


-------------


If you are interested in downloading any posted album from 2015, contact by email: prolasdorock@yahoo.com or let your email in comments (this will not be visible publicly) and the link will be sent as soon as possible!


More info here: http://goo.gl/ra9cdp

domingo, 31 de março de 2013

BLUES ROCK - KRZAK - Blues Rock Band - 1981



Mais uma pérola polonesa. Krzak é um grupo de Blues Rock formado em 1972, os caras lançaram 4 discos de 81 até 83, se reuniu em 2001 e está até hoje na ativa , lançando mais alguns álbuns e fazendo show pela Europa. O trabalho mais recente da banda (4 Basy) foi lançado em 2011.
O disco Blues Rock Band foi realizado em 1979, mas só foi lançado em 81. Ao vivo, o álbum traz um ótimo blues rock com passagens mais pesadas e alguns toques de rock psicodélico. Destaque para a parte instrumental, principalmente para a excelente guitarra que está muito bem presente no disco e alguns bons momentos do violino.
Grande álbum, recomendado!
Link

Site Oficial

Leszek Winder - guitarra
Jan Błędowski - violino
Jerzy Kawalec - baixo
Andrzej Ryszka - bateria

Blues E-Dur
Lidek (Gitar Solo)
Czakuś
Chwile Z B. (Skrzypce Solo)
Dla Fredka
Skalki
Latka (Gitar Basowa Solo)
Blues H-Moll Czyli Smuteczeck
Przewrotna Samba
Dżemowa Maszynka







sábado, 30 de março de 2013

HARD ROCK - TEST - Same - 1974



Test foi a banda pioneira do hard rock na Polônia, formada em Warszawa no ano de 1971. Composta originalmente pelos ex-membros da banda ABC Wojciecha Gąssowskiego, Aleksandra Michalskiego e Andrzeja Mikołajczaka, fazendo show covers de bandas inglesas como Deep Purple. O grupo lançou um EP no ano de 71 e um único disco pelo Pronit em 1974. Após 5 anos, a banda acabou (1976).
O álbum Test traz um hard rock de muita qualidade com algumas passagens de música progressiva. A parte instrumental é o destaque do disco, com boas passagens de órgão e guitarra. Os vocais são todos em polonês.
Pérola Altamente Recomendada!!!

DOWNLOAD


Test's instrumental sound was based on organ and brass instruments in addition to the usual lead guitar / bass / drums present in all groups at the time. In retrospect this music represents some of the best sounds of the incredible Polish music scene at the time. This expanded edition includes also the group's early radio material. Wholeheartedly recommended!
Rate Your Music

Wojciech Gąssowski (vocals)
Andrzej Mikołajczak (piano, keyboards, 1971-73)
Aleksander Michalski (saxophone, flute, 1971-73)
Tomasz Dziubiński (guitar, 1971-72)
Bogdan Gorbaczyński (bass, vocals, 1971-73)
Ryszard Gromek (drums, 1971-73)
Dariusz Kozakiewicz (guitar, 1972-75)
Marian Siejka (piano, 1973)
Tadeusz Kłoczewiak (bass, 1973-76)
Henryk Tomala (drums, 1973-75)
Aleksander Mrożek (guitar, 1975-76)
Janusz Staszek (drums, 1975-76)


Płyń pod prąd 3:11

Inna jest noc 3:15
Testament 4:43
Zguba 3:13
W pogoni dnia 4:30
Gdy gaśnie w nas płomień 2:24
Śnij o mnie 3:10
Matylda 2:19
Licz na siebie sam 4:54
Droga przez sen 3:49
Przygoda bez miłości 2:31








quinta-feira, 28 de março de 2013

JAZZ FUNK - BEMIBEM - Bemowe Frazy - 1974



Banda polonesa que surgiu em Warszawa em 1973, formada pelos antigos membros do grupo Bemibek (70-72) Ewa e Aleksander Bem, Bemibem lançou apenas um disco em 1974. O conjunto acabou com a saída de Ewa Bem, que começou uma carreira solo, no ano de 1976.
O álbum Bemowe Frazy traz uma interessante e original mescla entre jazz,rock,soul e funk com algumas influencias da bossa nova como na faixa Kolorowe Lato. Excelentes vocais femininos/masculinos (todos em polonês) acompanhado por uma grande banda e músicos convidados como o guitarrista Marek Blizinski, pianista Jan Jarczyk e outros.
Grande Disco, recomendado!
DOWNLOAD

Very groovy vocal jazz from Poland – very much in the style of the best work by the Novi Singers! The group's led by the lovely Ewa Bem, but features harmonizing male voices behind her on many titles – set alongside lightly electric instrumentation that has lots of sweet breezy touches! There's a very playful feel to the tunes that's clearly inspired by the bossa vocals of Sergio Mendes & Brasil 66 – but which also has some great electric Polish jazz 70s touches as well. Includes the great funky track "Kolorwe Lato", plus the tracks "Jajecznica", "Zawsze Mamy Siebie", "Podaruj Mi Troche Slonca", and "Nie Bojmy Sie Wiosny"
Dusty Groove

Ewa Bem - vocais , percussão
Paul Dabrowski - baixo
Mariusz Mroczkowski - de piano , vocais
Tomasz Jaskiewicz - Guitarra
Aleksander Bem - percussão, vocais

Podaruj Mi Trochę Słońca 4:15
Remowe Frazy 3:03
Nie Bójmy Się Wiosny 3:25
Dlaczego Nas Tam Nie Ma 4:32
Kolorowe Lato 3:40
Nigdy W Życiu Nie Jest Tak 2:58
Podróż Bez Dziewczyny 2:50
Już Ci Nigdy Nie Przyrzeknę 3:05
Wędrowiec I Pegaz 4:10
Zawsze Mamy Siebie 3:05
Jajecznica 1:57



domingo, 24 de março de 2013

ROCK - WILD BUTTER - Same - 1970



Mais uma banda americana de Ohio, formada em Akron no fim de 69 pelo vocalista e tecladista Jerry Buckner que junto com outros membros de bandas locais lançaram apenas um álbum no ano de 1970 e logo depois a banda acabou.
O disco Wild Butter traz um bom rock'n'roll com algumas pitadas psicodélicas e outras passagens mais pesadas. Destaque principalmente para o lado "A" do disco, com a faixa mais psych do álbum Oh Martha e as "hards" Terribly Blind e Come Fly With Me. O lado B perde força com covers sem originalidade de The Moody Blues, Bee Gees e Neil Young. No geral, uma pérola razoável, mas recomendada!

Rick Garen (vocals, drums)
Jon Senne (guitar, backing vocals)
Steve Price (keyboards, backing vocals)
Jerry Buckner (keyboards, autoharp, backing vocals)

Roxanna (Thank You for Getting Me High) 2:40
Terribly Blind 3:30
From One Who Sang the Song 2:32
Come Fly With Me 3:20
Oh Martha! 4:42
Never Comes the Day 4:40
And We, Loved It 3:33
I've Been Waiting for You 3:06
Tommy the Cat 1:52
New York Mining Disaster 1941 5:20



sábado, 23 de março de 2013

PROGRESSIVE ROCK - MICHAEL PERLITCH - Keyboard Tales



Keyboard Tales é um álbum que foi escrito e interpretado todo pelo americano Michael Perlitch, foi lançado em 1972 pela Atlantic e não teve muitas cópias originais feitas, também nunca teve uma reedição em CD, o que o torna uma pérola muito rara e obscura. Esse disco foi o único trabalho de Michael.
O disco é progressivo todo guiado pelo órgão, teclado e piano, o vocal tem uma certa qualidade também. É um álbum com alguns momentos mais calmos e melódicos como na faixa Remeber Sarah e outros mais alucinados como nas faixas Captain Zanzibar e Pete the Bondage Freak (lembrando um pouco o som do VDGG).
Um disco decente, recomendado, principalmente para quem gosta de órgão e teclados.
DOWNLOAD

The album's full of material that's simultaneously melodic, atmospheric, bizarre and occasionally downright disturbing

Michael Perlitch

Captain Zanzibar - 14:45
America - 1:50
Remember Sarah - 4:42
Take Off - 2:40
Pete the Bondage Freak - 8:25
Planet Mission Alpha (instrumental)- 1:43
Holy Joe - 8:00



quinta-feira, 21 de março de 2013

HEAVY PSYCH - CAPTAIN FOAM - No Reason/ Will There Ever Be a Time?



Dupla americana formada em 1967 no estado de Ohio, sem ter muita pouca informação sobre eles na internet. Os caras só lançaram um EP no ano de 1968 e provavelmente acabaram no começo dos anos 70.
A música No Reason é uma "pancada no ouvido", barulhenta, parece mais ser do começo dos anos 70, um hard rock incrível com um vocal psicodélico. O lado B traz a faixa Will There Ever Be a Time? que é mais direcionada ao lado acústico, mas mesmo assim de qualidade. Tinham tudo para ter lançado um ótimo disco de hard rock.
Pérola Recomendada!!!DOWNLOAD

Musically it's quite similar to Euclid or Cactus first heavy album. "No reason" is a way HEAVY hardrock/Heavy Psych monster that will blow you away.
Rate Your Music

No Reason 3:30
Will There Ever Be a Time? 3:50

sábado, 16 de março de 2013

PSYCHEDELIC GARAGE - THE MOPS - Psychedelic Sounds



The Mops foi um grupo japonês de rock psicodélico/garage rock mais dos conhecidos do país. Formado por jovens de Tokyo em 1966, lançaram alguns álbuns no final dos anos 60 e começo dos anos 70, mas se acabaram em 74.
O disco Psychedelic Sounds de 1968 foi o primeiro da banda e é (como o próprio título diz) psicodélico, a banda foi claramente influênciada por grupos do movimento hippie americano, tanto que nesse primeiro álbum o grupo traz faz "covers" de Jefferson Airplane e Doors. Algumas faixas são cantadas em inglês e outras em japonês.
Esse álbum é o mais psicodélico da banda, os próximos se aproximariam mais do rock e blues.
Semi-pérola recomendada!
Link (Music Archives)

The Mops are one of Japan's best know "group sounds" bands, particularly noted for their psychedelic period. The group was founded in 1966 by high school friends Mikiharu Suzuki (drums), Taro Miyuki (guitar), Masaru Hoshi (lead guitar) and Kaoru Murakami (bass), playing mostly instrumental rock ala the fabulously popular Ventures. Suzuki's older brother Hiromitsu joined in later and became the group's main vocalist, sharing the job with Hoshi.
A buzzing, hard-hitting batch of psychedelic rock from Japan's The Mops -- featuring some groovy, echoey tunes penned by the group and sung in their native language -- plus a nice choice of passionate covers! The sound is a little bit like Love in their early rawness -- and the Mops obviously have a great feel for psychedelia at its fuzziest and most tuneful. Great stuff!

Text: Discogs

Hiromitu Suzuki (vocal)
Masaru Hoshi (guitarra, vocal)
Tarou Miyuki  (guitarra)
Kaoru Murakami (baixo)
Mikiharu Suzuki (bateria)


01 Asamade Matenai : I Can't Wait
02 San Franciscan Nights
03 I Am Just a Mops
04 Inside Looking Out
05 The Letter
06 Blind Bird
07 Somebody to Love
08 Bera Yo Isoge : Hurry Up Bera
09 White Rabbit
10 Asahi Yo Saraba :Goodbye the Morning Sun
11 Light My Fire
12 Kienai Omoi : Unforgettable memory


sexta-feira, 15 de março de 2013

HARD ROCK/PROG - THE OLD MAN & THE SEA - Same



Pérola Dinamarquesa que surgiu no fim dos anos 60, na cidade de Horsens no sudeste do país. Lançou apenas esse disco em 1972, uma coletânea com outras faixas foi lançada apenas em 1999. O grupo teve sucesso na região chegando à abrir para Led Zeppelin e Ten Years After nos anos de 73/74. Mesmo assim em 1974 a banda encerrou suas atividades.
O álbum The Old Man & The Sea transforma o romance "O Velho e o Mar" em um excelente álbum conceitual, que é composto por 7 faixas de rock, em alguns momentos mais pesado e outros um rock mais progressivo, tudo guiado pelo órgão Hammond que junto com a guitarra trazem bons e longos momentos instrumentais. Destaque também para os vocais (todos em inglês) de O. Wedel. Mais informações no Esquina do Rock.
Pérola Super Recomendada!!!

Musically speaking, The Old Man & The Sea fits squarely in the Scandinavian sophisticated heavy rock bag. Heavy organ and guitar lead the instrumental solo sections, while rough English vocals add a bluesy feel to the proceedings.
Rate Your Music

Ole Wedel - lead vocals
Benny Stanley - electric guitar
Tommy Hansen - organ, piano, vocals
Knud Lindhard - bass, vocals
John Lundvig - drums

Living Dead 7:47
Princess 6:00
Jingoism 6:50
Prelude 1:12
The Monk Song, Part 1 5:50
The Monk Song, Part 2 3:37
Going Blind 10:28





quarta-feira, 13 de março de 2013

HARD ROCK - ZIPPER - Zipper



Zipper foi uma banda de hard rock americana formada em 1973 pelo vocalista e guitarrista Fred Cole, que formou e participou de vários outros grupos de rock e está até hoje na ativa com o Pierced Arrows. A banda teve vida curta e acabou logo depois de lançar seu único álbum em 1975.
O disco traz um hard rock de muita qualidade com algumas baladas como The Same Old Song e Behind the Door, vocais estridentes e ótima guitarra são os destaques desse ótimo álbum.
Pérola Recomendada!!! DOWNLOAD

This is a hard rockin' album similar in style to Grand Funk with some great guitar runs and pumpin' rhythm section.
Freak Emporium

Fred Cole (vocals)
Lorry Erk (drums)
Jim Roos (guitar)
Greg Shadoan (bass)

Bullets 3:19
Born Yesterday 3:57
The Same Old Song 3:10
Face of Stone 5:12
Scars 3:17
Rollin' and Tumblin' 2:41
Worry Kills a Woman 3:41
Let It Freeze 3:32
Behind the Door 3:33

terça-feira, 12 de março de 2013

FOLK PROG - Hinn íslenski þursaflokkur - Same



Banda da Islândia formada em Reykjavik no ano de 1978, lançou 4 álbuns no fim dos anos 1970 e começo dos 80, chegou a ter um certo reconhecimento na região. Acabou em 1982, esse álbum que posto aqui é o primeiro e melhor da banda.
Hinn íslenski þursaflokkur é uma pérola que mistura rock progressivo e folk, trazendo faixas mais baseadas na música nórdica, com uso de flauta, piano, violão, etc e outros mais para o lado do rock, lembrando o Gentle Giant. Os vocais são todos em islandês. DOWNLOAD
Um disco realmente muito bom, principalmente para fãs de rock/folk nórdico. Pérola recomendada!!!

The music of the band included reworkings of traditional Icelandinc Folk tunes into Progressive/Art-Rock arrangements and what the listener gets with this album is an album with strong folky atmospheres developed into lovely and emotional rock compositions with rich instrumentation.
Rate Your Music

Einsetumaður Einu Sinni 5:29
Sólnes 5:03
Stóðum Tvö Í Túni 4:03
Hættu Að Gráta Hringaná 2:44
Nútíminn 5:00
Búnaðarbálkur 4:19
Vera Mátt Góður 0:52
Grafskript 6:44

Egill Ólafsson (vocals, keyboards)
Tómas Tómasson (bass)
Þórður Árnason (guitar)
Ásgeir Óskarsson (drums)
Karl J. Sighvatsson (keyboards)
Rúnar Vilbergsson (bassoon)

domingo, 10 de março de 2013

ACID FOLK - AGINCOURT - Fly Away - 1970



Banda inglesa formada em Sussex que só lançou esse raro LP em 1970.
Fly Away é um bom álbum de folk britânico com passagens progressivas e alguns toques de música psicodélica. Traz vocais que em sua maioria são femininos de Lee Menelaus, uso do violão e algumas boas passagens de flauta. Chega a lembrar um pouco o som do grupo Pentangle. Mais informações aqui
Para quem curte folk, recomendado!
Link

Lee Menelaus (vocals)
John Ferdinando (vocals, guitars, bass, autoharp)
Peter Howell (acoustic guitar, classical guitar, mandolin, piano, organ, recorder, percussion)

01. When I Awoke 3:21
02. Though I May Be Dreaming 3:18
03. Get Together 2:56
04. Joy In the Finding 3:15
05. Going Home 2:34
06. All My Life 3:00
07. Mirabella 1:45
08. Take Me There 2:38
09. Lisa 2:40
10. Dawn 3:24
11. Barn Owl Blues 3:09
12. Kind Sir 3:04
13. Through the Eyes of a Lifetime 5:21

HEAVY PSYCH/PROG - AUTUMN PEOPLE - Autumn People



Obscura pérola americana que teve vida muito curta, formada em Phoenix no Arizona, lançou apenas um disco em 1976, chegando a fazer alguns show em bares e clubes daquela região.
O álbum Autumn People possui um bom rock psicodélico que soa como se fosse do fim dos anos 60 e começo dos 70, mesclando com passagens mais Symphonic Prog e algumas mais "heavy". Destaque para as faixas Gabriel e Coffin Maker.
Não é uma grande obra-prima tão original, mas mesmo assim uma pérola recomendada!
It's the mix of dark, complex playing filled with Mellotron, flute, fantastic drumming and slick guitar pitted against light
Dirty Funky Situation



Larry Clark - Vocals, Guitar
Cliff Spiegel - Bass, Vocals
Danny Poff - Keyboards, Vocals
Steve Barazza - Drums, Vocals

Rock and Roll Fantasie 3:35
Feeling 3:45
See It Through 3:23
Never See the Sun 2:56
Gabriel 6:12
Ovoid and Cubical 6:45
Moon's Dancing 6:03
Interlude 2:26
Coffin Maker 5:24

sábado, 9 de março de 2013

ART/PSYCH ROCK - THE HAPPY DRANGON BAND - Same



Banda que surgiu em Detroit, Estados Unidos em 1978 das cinzas da também psicodélica Phantom's Divine Comedy (que havia lançado um álbum em 1974) e lançou apenas um álbum.
The Happy Dragon é um álbum viajante, trazendo uma música muito experimental misturando psicodélico e space rock, art rock, com efeitos de sintetizadores e vocais alucinados.
Pérola Recomendada!!!

Estamos a falar de versos bonitos (aliados a uma voz muito particular) enfiados entre alguns dos solos mais radicais de sempre e linhas de sintetizadores sem medo de fazerem barulho.
Rate Your Music

The Happy Dragon (vocals, synthesizers, guitar, bass, drums, keyboard)
Tom Carson (vocals)
Cicely Lonergan (vocals)
Clem Riccobono (vocals)
Gary Meisner (guitar)
Scott Strawbridge (guitar)
Brian White (guitar)
Dennis Craner (bass)
John Fraga (bass)
Mike deMartino (keyboards)
John "Bee" Badanjek (drums)
Ralph Sarafino (drums)
Mike Orzel (tambourine)

3-D, Free 3:29
Positive People 3:05
In Flight 4:33
A Long Time 3:22
Bowling Pin Intro 2:35
Lyrics of Love 2:34
Disco America 3:36
Inside the Pyramid 2:44
Astro Phunk 3:43
3-D, Free (Electronic) 4:32



sexta-feira, 8 de março de 2013

PSYCHEDELIC ROCK - LADIES W.C. - Ladies W.C.


Banda venezuelana formada em 1968 pelos irmãos Mario e Jaime Seijas, lançou apenas esse bom disco em 1969 e acabou pouco tempo depois.
Ladies W.C. (Banheiro feminino) é um álbum bom álbum de rock/pop psicodélico sul-americano, com alguns toques mais "garage rock" e de blues e que chegou até a fazer um pequeno sucesso no país. Guitarras fuzzy, passagens de gaita e um bom vocal em inglês são os destaques desta ótima pérola sul-americana de rock sessentista.

Steve Scott (vocals, bass)
Mario Seijas (drums)
Jaime Seijas (vocals, guitar)
Adid Casta (vocals, guitar)

01. "People" 2:42
02. "I Cant See Straight" 3:20
03. "To Walk On Water" 3:27
04. "Heavens Comming Up" 4:23
05. "And Everywhere I See Shadow Of That Life" 3:25
06. "Searching For Meeting Place" 2:49
07. "Put That In Your Pipe And Smoke It" 3:12
08. "The Time Of Hope Is Gone" 2:35
09. "Blues" 2:54
10. "I Am Gonna Be" 5:49

KRAUTROCK - THRICE MICE - Thrice Mice!



Obscura banda alemã de Hamburgo formada em 1966 e que participou do Pop & Blues Festival 1970 (já postado aqui), lançou apenas um álbum em 1970 e acabou em 1972. O disco Thrice Mice foi relançado em 2003 com 7 faixas bônus. Depois do fim do grupo os membros Werner Karl e Heinz Blumenberg formaram o grupo Altona.
O álbum Thrice Mice de 70 traz um bom Krautrock com influencias de jazz e rock progressivo. Álbum "guiado" pelo saxofone e com bons solos de órgão, destaque também para a bateria, Thrice Mice é uma ótima pérola dos anos inicias do krautrock.
Pérola Recomendada!!!

Highly enriched by improvising solos, intricate dual sax playing and use of big band-alike brass.

Download Thrice_Mice_-_Thrice_Mice__Ger_1970_.rar from mirrorcreator.com

Rainer von Gosen (bass)
Werner von Gosen (guitar)
Arno Bredehöft (drums)
Gerd Adlung (drums)
Hans-Hermann Jäger (organ)
Karl-Heinz Blumenberg (vocals, alto saxophone, percussion, flute, guitar)
Wolfgang Buhre (tenor saxophone, alto saxophone, soprano saxophone, clarinet, percussion)
Wolfram Minnemann (organ, piano, guitar)

01. Joe Joe 8:48
02. Vivaldi 11:31
03. Torakov 12:51
04. Fancy Desire 7:56
Faixas Bônus (CD de 1993):
05. Drive Me 2:17
06. Pig II 10:52
07. Vivaldi's Revival 7:15
08. Trying 5:06
09. New Life 2:17
10. Dawn 2:54
11. An Invtation 3:08




quinta-feira, 7 de março de 2013

OPERA ROCK - Giedrius Kuprevičius - Ugnies Medžioklė



Grupo lituano formado pelo músico, compositor e professor Giedrius Kuprevičius. A maioria da informação que se tem na internet está em lituano.
Ugnies Medžioklė é uma pérola ópera rock/progressivo gravado em 1975 na Lituânia (na época URSS), a versão original contem 33 faixas (?), um álbum bom e experimental que mistura ópera rock (clássica), rock progressivo, folk e jazz.
Pérola Recomendada pra quem curte esse tipo de música.

Technical complex arrangements featuring full groupings of multiple human voices, strings, woodwinds, brass, synthesizers, piano libretto, blues coda, psychedelic and Cage inspired explorations and of course Jazz leanings.
Blog Freqazoidiac

Mais informações Aqui e para ouvir as músicas clique aqui

Artwork By – R. Stasiūnaitė
Composed By – Giedrius Kuprevičius
Conductor – Aloyzas Končius
Ensemble [Vokalinis Ansamblis] – Unknown Artist
Libretto By – L. Jacinevičius*, S. Šaltenis*
Liner Notes – Audronė Girdzijauskaitė
Mixed By – V. Kondrotas*
Orchestra – Unknown Artist
Photography – A. Pivoriūnas
Vocals [Julius] – Arvydas Navalinskas
Vocals [Monika] – Gintarė Jautakaitė
Vocals [Rolandas] – Vytautas Kernagis
Vocals [Voice From The Choir] – Arūnas Blūšius

01 Prologue
02 Why the Sun goes out?
03 My Love JULIUS / Arvydas Navalinskas
04 Theme of Death
05 Many many words I
06 I dreamed Rolandas MONIKA / Gintarė Jautakaitė
07 As a small Bird ROLANDAS / Vytautas Kernagis
08 In the Station
09 Say something
10 Not marches JULIUS / Arvydas Navalinskas
11 Minuet
12 Look away MONIKA / Gintarė Jautakaitė
13 Scrimmage at the Station MONIKA / Gintarė Jautakaitė
14 Stabbed Boy
15 In the Children's Home JULIUS / Arvydas Navalinskas
16 Good Night!
17 Attributes of the same ROLANDAS / Vytautas Kernagis
18 The Swallows MONIKA & JULIUS / Gintarė Jautakaitė & Arvydas Navalinskas
19 Many many words I
20 What should I do? MONIKA / Gintarė Jautakaitė
21 You say JULIUS / Arvydas Navalinskas
22 Wedding
23 The King appointed Rendezvous
24 Feelings ROLANDAS / Vytautas Kernagis
25 To Crawl up ROLANDAS / Vytautas Kernagis
26 Dive into everyday life
27 Bring me the Snow MONIKA / Gintarė Jautakaitė
28 Quiet in the Ruin MONIKA / Gintarė Jautakaitė
29 Monika's Death
30 The Ash Morning
31 Live Fire
32 Epilogue
33 Post Scriptum: Piano improvisation - solo Giedrius Kuprevičius

quarta-feira, 6 de março de 2013

FOLK PROG - AVGRUNDEN - Nu närmar vi oss - 1975



Mais uma pérola sueca, o grupo Avgrunden é muito desconhecido e se tem muita pouca informação sobre eles, lançou apenas um álbum em 1975.
Nu närmar vi oss é um álbum Folk, muito influenciado pelo rock progressivo e jazz. Se usam muitos instrumentos "regionais" como o violino, gaita, bandolim e tal. Os vocais são todos em sueco, não é um disco sensacional, mas pode ser conhecido.

An influence from mainstream music in addition to classical, jazz and folk

Janos Szakacs - Guitarra
Lars-Olof Nyström - Contrabaixo, violoncelo
Raimo Juntunen - Violino, bandolim, gaita, vocal
Sven Olof Lorentzen - Clarinete
Thomas Åkermark - Bateria
Torbjörn Engström - Piano, vocal

Signaturen 0:58
En annorlunda sommarvisa 3:37
Datamaskin 3:16
Skräckäventyr 6:04
Skånehöst 4:22
Gamsången 4:52
Mexico 6:24
Aldrig i livet 3:23
Avgrundlagen 2:51
Självkritik 3:37
Svenska gårdar 6:36
Signaturen (en gång till) 1:01

terça-feira, 5 de março de 2013

HARD ROCK - NOVEMBER - En ny tid är här...



Power trio sueco formado em Estocolmo em 1969 que lançou três álbuns no começo dos anos 70 e se acabou em 1972. Teve ainda um álbum ao vivo (gravado em 70/71) que só foi lançado em 1993.
O álbum En ny tid är här (segundo o google tradutor: uma nova era está aqui)é o melhor e mais "conhecido" do grupo, alguns blogs falam que foi o melhor hard rock vindo do país de todos os tempos! O disco traz um hard rock/blues excelente, com letras em sueco e ótimos riffs, um disco que sem dúvida merecia ser mais conhecido entre fãs de rock setentista. Pérola Recomendada!!!
These are very good heavy blues songs, with really nice heavy psych guitar tones and solos.

Björn Inge (drums, vocals)
Christer Stålbrandt (bass, vocals)
Richard Rolf (guitar)

1 Mount Everest 3:40
2 En annan värld 3:47
3 Lek att du är barn igen 5:58
4 Sekunder (förvandlas till år) 5:09
5 En enkel sång om dej 2:42
6 Varje gång jag ser dig känns det lika skönt 4:06
7 Gröna blad 3:01
8 Åttonde 3:10
9 Ta ett steg i sagans land 4:01
10 Balett blues 1:18




DOWNLOAD

segunda-feira, 4 de março de 2013

HARD PROG - 2066 & Then - Reflections on the Future



Grupo alemão que tive vida muito curta: formado em 1971, lançou seu único álbum em 1972 e logo depois acabou. O vinil original contem apenas 5 faixas e é raríssimo por que os discos foram perdidos. Um CD só foi lançado só em 1989 com gravações de 1971 (anteriores as originais) e algumas faixas bônus que não tinham sido lançadas.
O disco Reflections on the Future de 1972 possui faixas longas e que em sua maioria são de rock progressivo, com algumas partes mais pesadas (hard rock), Krautrock e até alguns toques "heavy" blues. Destaque para alguns ótimos riffs pesados de guitarra presentes (que chegam a lembrar Blackmore em seus anos inciais), o órgão Hammond que trabalha muito no álbum, os bons vocais do Geff Harrison e algumas curtas passagens de flauta.
Uma grande banda, com grandes sons, que registrou a sua obra para a eternidade em um ótimo disco.
Pérola Recomendada!!!

Geff Harrison (vocals)
Gagey Mrozeck (guitar)
Steve Robinson [Rainer Geyer] (keyboards, vibraphone, synthesizer, Mellotron, vocals)
Veit Marvos (keyboards, vibraphone, synthesizer, Mellotron, vocals)
Konstantin "Konni" Bommarius (drums)
Dieter Bauer (bass)
Martin Roscoe (drums)

1. At my Home (7:57)
2. Autumn(9:06)
3. Butterking (7:17)
4. Reflections on the Future (15:48)
5. The way that I feel today (11:11)
6. Spring (13:02)
7. I wanna stay (3:59)
8. Time can't take It Away (4:40)





domingo, 3 de março de 2013

BLUES/JAZZ ROCK - JEREMY & THE SATYRS - Same - 1968



Banda americana formada pelo flautista de jazz Jeremy Steig que lançou apenas esse álbum, a banda reuniu três homens que viriam a ser famosos no mundo do jazz, além do flautista Jeremy Steig, o tecladista Warren Bernhardt e o baixista porto riquenho Eddie Gomez.
O álbum Jeremy & The Satyrs de 1968 traz uma mistura bem original de jazz e blues com algumas passagens mais voltadas ao rock progressivo, gravado por ótimos músicos, o instrumental principal que "guia" o álbum é a flauta, mas destaque também para passagens de teclado e guitarra.
Pérola Recomendada!!! DOWNLOAD

Jeremy Steig (flute)
Warren Bernhardt (keyboards)
Eddie Gomez (bass)
Adrian Guillery (guitar)
Donald MacDonald (drums)

In the World of Glass Teardrops 5:22
Superbaby 3:52
She Didn't Even Say Goodbye 6:30
The Do It 2:58
The First Time I Saw You, Baby 3:29
Lovely Child of Tears 3:55
Movie Show 2:41
Mean Black Snake 5:15
Canzonetta 2:25
Foreign Release 3:21
Satyrized 3:41

sábado, 2 de março de 2013

HEAVY PSYCH/PROG - FREEDOM'S CHILDREN - Galactic Vibes



Pérola Sul-africana formada em 1966 em Durban e que lançou 3 álbuns (68/70/72).
Galactic Vibes foi gravado em 1971 e lançado em 1972, o álbum é o mais progressivo da banda, mas que traz em sua maioria heavy psicodélico, com passagens de hard prog e space rock, influenciado por bandas como Black Sabbath e Led Zeppelin. O álbum foi relançado em 2002 com faixas bônus.
Ótimo disco que mistura faixas agressivas com riffs pesados com outras mais voltadas ao space e psych, destaque para a guitarra, a bateria em certos momentos "selvagem" e os vocais alucinantes. Pérola ultra recomendada!!!

Julian Laxton(Guitarra e Sintetizadores)
Colin Pratley(Bateria)
Barry Irwin(Baixo)
Brian Davidson(Vocal)

1. Sea Horses (4:13)
2. The Homecoming (16:12)
3. That Did It (3:44)
4. Fields and Me (5:57)
5. The Crazy World of Pod (1:43)
6. 1999 (4:02)
7. About the Dove and His King (3:44)



JAZZ FUSION - FROM - Power On! - 1972



From foi uma pérola obscura alemã formada em 1970 e que lançou dois álbuns (71/72).
Power On! foi o melhor disco do grupo, lançado em 1972, o álbum traz três longas faixas, todas instrumentais, de Jazz Fusion com algumas partes mais "groove" guiadas principalmente pelo saxofone e também pelo órgão Hammond, com bons solos de bateria e toques de piano, não há guitarra e nem vocais no álbum. Uma pérola alemã de muita qualidade, recomendado!!!
Novo Link

01 A Festival Rock/Use The Bridge - 17:20
02 Catalyst - 9:18
03 Fog In Rossert - 7:11

Dieter Von Goetze - Bass
Klaus Göbel - Organ, Piano, Electric Piano
Kurt Bong - Drums, Percussion, Gong, Timpani
Viktor F. Belgrove - Steel Drums, Percussion, Congas, Vocals
Gustl Mayr - Tenor Saxophone, Soprano Saxophone, Bells

sexta-feira, 1 de março de 2013

SOUTHERN/BLUES ROCK - SUGAR BEAR - Same - 1970


Sugar Bear foi uma obscura banda americana, formada na Flórida no fim dos anos 1960 e que só lançou um álbum em 1970.
O álbum homônimo traz dez faixas que, na sua maioria são de Southern rock, ao melhor estilo "rural" influenciado por bandas importantes do estilo como Outlaws e Allman Brothers Band. Toques de blues e atmosfera psicodélica aparecem em vários momentos, destaque para a guitarra e boas passagens de gaita e vocal. Pérola Recomendada!
Link 

This is a blend of rural rock, and country rock, featuring some slow, and some fast mat'l, with minor psych influences, and a few Grateful Dead moves
RYM

John McLaughlin (vocal, guitarra, harmônica)
Ivan Bailey (vocal, baixo, harmônica)
H.C. Perryman (vocal, guitarra rítmica)
Trent Slemmer (bateria, percussão)

01 Playing Music 2:14
02 Honey Love 4:34
03 Moccasin Mona 5:03
04 Sweetest One Around 3:31
05 Play Me a Song 3:18
06 Let It Roll 3:12
07 Seasons for Love 4:39
08 Garden 3:19
09 Move out in the Country 4:06
10 Hip! Hip! Hooray for Today 1:58